segunda-feira, 2 de julho de 2018

Review: Cranford


Oi pessoal! Hoje tem review de mais um clássico da literatura inglesa, Cranford (se quiser ver review sobre outros clássicos clique aqui). O livro é da autora Elizabeth Gaskell e foi publicado em 1851. Essa foi a minha primeira experiência com algum livro da autora e a experiência foi bem bacana.

A história mostra a sociedade e a rotina de uma cidade do interior da Inglaterra do século XIX que é habitada apenas por mulheres. É possível saber todas as alegrias, preocupações, regras de etiqueta, tristezas e segredos das mulheres que moram lá. Elas são em sua maioria solteironas ou viúvas. As vezes a cidade recebe alguns visitantes e é sob a perspectiva de um deles que a história é narrada.

Em Cranford, a economia é sinônimo de elegância e a moda tem sua prioridade. Para ser socialmente aceita você deve respeitar o horário da visita, assim como sua duração. Você deve ter cuidado ao escolher sua criada, uma vez que algumas delas vão apenas para Cranford em busca de casamento, e flertar é proibido. Os homens geralmente morrem, desaparecem ou passam muito pouco tempo nessa cidade.

A história é contada em episódios focando em um grupo específico de mulheres, suas diferentes personalidades e como agem em diferentes situações. Uma das mais amáveis é Miss Matty e depois que sua irmã morre, ela se torna mais próxima do leitor ao dividir suas expectativas sobre casamento e as outras pessoas. Ela é muito generosa e uma das mulheres mais respeitáveis na cidade.

O livro é bem escrito e é um bom entretenimento, as protagonistas são felizes com suas vidas. O interessante é que esse é um dos poucos livros que eu li no qual a felicidade não é associada ao casamento. Quando eu terminei a leitura, tive a sensação que eu li um diário ou que eu tive uma longa conversa com a narradora.

E você, já leu Cranford? O que achou?