27 de julho de 2018

Resenha: Volta ao Mundo em Oitenta Dias


Oi pessoal! Hoje vou falar de um clássico do Júlio Verne: Volta ao Mundo em Oitenta Dias. Confesso que inicialmente não esperava muita coisa do livro, pois já havia lido 20.000 Léguas Submarinas (review aqui), também dele e não gostei. Então fui sem muitas sem expectativas para essa leitura. Mas me surpreendi, e como me surpreendi!

Somos convidados a acompanhar as aventuras de Phileas Fogg, um homem que é muito previsível que faz tudo do mesmo jeito, nos mesmos horários, nos mesmos lugares (talvez ele tenha TOC?). Certo dia, após demitir um empregado por trazer-lhe uma água quente demais para se barbear, ele decidiu contratar outra pessoa para organizar suas atividades. É nesse ponto da história que encontramos Jean Passepartout, um legítimo francês, que busca levar uma vida pacata e vê no emprego com Phileas justamente essa oportunidade.

Ao ir ao The Reform Club, clube no qual frequentava diariamente, Phileas começou a conversar com outros homens e entrou em uma discussão com um deles se era possível dar a volta ao mundo em 80 dias. Phileas acreditava que sim, enquanto que os outros homens no clube achavam que não. É a partir daí que Phileas aposta dar a volta ao mundo em 80 dias. Ele quebra a ideia de Jean de ter uma vida pacata e eles partem imediatamente para uma jornada com várias aventuras.


Eles seguem em uma viagem de ida e volta a Londres passando por: Dover, Calais, Brisindi, Bombay, Calcutá, Hong-Kong, Yokohama, São Francisco, Nova York, Liverpool. Durante toda viagem eles são acompanhados pelo inspetor Fix, que acredita que Phileas tenha roubado um banco e vai atrás dele para prendê-lo.

O livro é divertido, é uma leitura bem leve e dinâmica. Não tem muitos personagens, o que facilita acompanhar e se conectar mais facilmente com os personagens. O final foi muito bom, de certa forma surpreendente. Estou bem feliz em ter dado uma outra chance ao escritor, prova que nem sempre a primeira impressão é a que fica. O fato do livro ser um clássico é totalmente justificado. Recomendo com toda certeza!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leave your comment!