Resenha: Vidas Entrelaçadas


Oi pessoal! Quem gosta de um bom romance? A resenha que trago para vocês hoje tem romance de sobra! O livro vidas entrelaçadas foi escrito pela Diane Bergher e está disponível no formato e-book. Confira a sinopse do livro:

Frederico e João Pedro, dois irmãos que cometem o pecado de amar a mesma mulher. Olívia é essa mulher, uma jornalista talentosa e uma mãe solteira dedicada, que desde os 15 anos é atormentada por pesadelos. O destino trama um reencontro decidido por suas almas há longa data, no qual um acerto de contas é imprescindível para o resgaste dos pecados dos três. Paixão e desejo. Intrigas e amarguras. Ódio e amor. Vida e morte. Sentimentos que os macularam além da vida, entrelaçando-os numa ciranda interminável em busca da redenção. Poderá, Olívia, superar as marcas do passado para, enfim, encontrar paz para sua alma atormentada?


Minha experiência com o livro nem foi boa e nem foi ruim. Não foi um livro marcante. Frederico e João Pedro são opostos, Frederico simples, respeitador e paciente, enquanto que João Pedro é um furacão, determinado e exibido. Na minha opinião as cenas de Olivia e Frederico foram muito forçadas e melosas, tudo bem que era algo de outras vidas, mas não acho justificativa para no primeiro encontro ele já chamar a mulher de amor da vida e coisas assim. Acho que o desenvolvimento do casal para que se chegasse nesse sentimento foi muito acelerado, o sentimento veio primeiro e o desenvolvimento do casal depois.

Já as cenas de Olivia com João Pedro também não foram tão melhores, ele é mais ousado, mais determinado, tinha mais atitude que o irmão. Isso se dá em parte por ele perceber que Olivia fica sem reação quando pressionada, ela se deixou muito levar pelas situações, não soube tomar o controle e bater o em pé em relação ao que queria. O que criou uma enorme confusão na história que a autora nos apresenta.

O livro trás aspectos do espiritismo, abordando temas como vidas passadas e regressão. Também existem algumas reviravoltas interessantes, principalmente em relação ao final dos personagens. A escrita da autora é leve e isso faz com que seja um livro fácil e rápido de ler. A mensagem do final foi muito bonita, sobre o poder das nossas escolhas. Não foi o melhor romance que já li, mas serve o propósito de fazer com o que o leitor consiga passar seu tempo com uma leitura despreocupada.

E você, já leu esse livro? O que achou?