Resenha: O Talentoso Ripley



Oi pessoal! Começando o dia com mais uma resenha para vocês aqui no blog! O Talentoso Ripley,  um livro policial escrito pela Patricia Highsmith, foi publicado em 1955 e já foi adaptado aos cinemas duas vezes, nas décadas de 50 e 90. Vamos à sinopse?

Tom Ripley sobrevive de trambiques em Nova York. Ele é especialista em forjar documentos, além de ter um talento extraordinário para imitar personalidades e características pessoais. Vive tentando escapar das investidas da polícia nova-iorquina, enquanto sonha com uma vida fácil. Certo dia, o milionário senhor Greenleaf o procura, supondo que Ripley seja um grande amigo de seu filho Dickie. Greenleaf lhe oferece uma viagem à Europa para tentar trazer Dickie de volta aos EUA - o rapaz leva uma vida mansa no litoral italiano, longe da família. Ripley aceita a missão e começa a fazer planos de como aproveitar a viagem e se dar bem na Europa. Na Itália, encontra Dickie e a vizinha Marge, com quem vai estabelecer um triângulo de amizade. Dickie alimenta a ambição de se tornar pintor e Marge, apaixonada por ele, está às voltas com a escrita de seu primeiro romance. Aos poucos, Ripley desenvolve uma relação doentia e sedutora com o novo amigo: adota os mesmos gostos e começa a usar as roupas de Dickie, que passa então a rejeitá-lo. Acuado, Ripley reage de forma imprevisível.

O livro é um grande clássico do gênero policial, só que focando muito mais no criminoso e nas suas ações do que no detetive. Eu havia visto o filme muito tempo atrás antes de ler o livro, mas não lembro de muita coisa. É uma leitura rápida, envolvente. Como eu não lembrava do que acontecia no filme, foi como se estivesse me deparando com aquela história pela primeira vez. Engraçado como a leitura me fez torcer por Ripley, apesar das diversas coisas erradas que ele foi capaz de cometer.

A narrativa é extremamente efetiva e clara. Não deixa nada a desejar. Conseguimos visualizar os sentimentos nos personagens, a motivação de cada um.  Não senti que o personagem foi chato ou vazio, como vi em outras resenhas. Ainda não tinha lido nada da autora e não me arrependi, a leitura foi ótima.

Se você quer um livro rápido e envolvente, e que ainda seja um clássico do gênero, O Talentoso Ripley é o que você precisa. Super recomendo!