17 de junho de 2019

Resenha: A Casa das Sete Torres

junho 17, 2019 0 Comments

Título: A Casa das Sete Torres
Autor(a): Nathaniel Hawthorne
Ano: 1851 (1ª publicação)
Editora: Círculo do livro
Gênero: Terror, Clássico

Olá amigos leitores! A resenha de hoje é de um clássico do terror, A Casa das Sete Torres ou The House of the Seven Gables. Fazia tempo que não trazia nada do gênero para vocês, não é? O livro influenciou ninguém menos que H.P. Lovecraft, autor revolucionário do gênero. Conto tudo para vocês do livro nesse post, mas primeiro, vamos à sinopse?

A história ocorre na metade do Século XIX, e relata fatos envolvendo a Casa das Sete Torres, desde a sua construção, no Século XVII, até o momento em que uma jovem parente, Phoebe, passa a morar com os velhos proprietários, dois irmãos angustiados sob o peso de um passado em que um deles foi condenado injustamente pelo assassinato de seu antepassado. 

A Casa das Sete Torres é um livro que mistura culpa, retribuição, sobrenatural e bruxaria entre duas famílias que vivem em New England. A história teve uma inspiração na própria família do autor, onde sua prima possuía uma casa semelhante à da história em Salem e também porque seus antepassados eram caçadores de bruxas.

Por ter inspiração em sua própria família, vários eventos do livro de fato aconteceram. Podemos pensar que o livro é quase uma carta onde ele assume a culpa por tudo que sua família fez no passado. "A transgressão de uma geração vive nas sucessivas e torna-se um prejuízo puro e incontrolável" é um exemplo do que o autor pensa sobre isso.

Magia, bruxaria e assassinatos são elementos bem narrados e que fizeram o livro ser um clássico do gênero que ganhou diversas adaptações para o cinema e TV ao longo dos anos. Mas o livro não é apenas tragédia, no meio de todo esse ocultismo, surge um romance que ajudará no desfecho das duas famílias envolvidas em uma rivalidade de anos.


11 de junho de 2019

Liberado trailer de Artemis Fowl

junho 11, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Hoje temos liberado o trailer de Artemis Fowl, um filme que é baseado em uma série de oito livros escritos por Eoin Colfer, estrelando o inteligente criminoso Artemis Fowl II. O autor descreve sua série de livros como sendo um "Duro de Matar com fadas".

Os livros seguem a vida de um garoto de 12 anos dedicado a atividades criminosas e suas fugas como sendo o responsável pelos negócios da família. O livros tem uma pegada "bem x mau", mas com uma pegada mais leve.

A adaptação do livro vem sendo produzida desde 2016, com os fãs dos livros ansiosos para ver a história nas telas do cinema. O filme será dirigido por Kenneth Branagh, e Ferdia Shaw como Artemis, Lara McDonell como Holly e Nonso Anozie como Domovoi Butler, entre outros. Confira o trailer abaixo:


Animados para essa adaptação? Ainda não li os livros, mas fiquei curiosa. O filme tem seu lançamento para 2020.

6 de junho de 2019

Próximo livro de Game of Thrones ganha estimativa de lançamento

junho 06, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Fãs de Game of Thrones que vivem na expectativa para os dois últimos livros podem comemorar pois George R. R. Martin falou publicamente sobre uma possível data de lançamento do próximo livro da série. O autor respondeu publicamente ao apelo feito pela empresa aérea, Air New Zealand, para que ele viajasse a Nova Zelândia para concluir os livros.

Em um vídeo de um minuto lançado no início dessa semana, a companhia aérea apontou que Martin está, mais que nunca, sob pressão para escrever um livro que satisfaça seus fãs agora que a série de TV acabou.

"Como você vai conseguir ser criativo quando você provavelmente está tão nervoso quanto um Stark com um convite de casamento?" O vídeo pergunta. "Felizmente, nós temos a solução perfeita: uma viagem épica para a Nova Zelândia, por nossa conta."

O autor respondeu em seu site que a viagem para o país é uma oferta tentadora, mas que isso só o distrairia do seu trabalho. Ele sugeriu que a companhia aérea pagasse para 20 ou 30 escritores, fãs ou artistas que não tem condições de viajar para lá. Ele também alegou que terminará Winds of Winter perto da próxima Convenção Mundial de Ficção Científica, que será em Wellington, Nova Zelândia e acontecerá de 29 de julho a 02 de agosto de 2020.

"Eu digo para vocês: se eu não estiver com Winds of Winter nas mãos quando chegar para a convenção, vocês tem aqui minha permissão formal para me prender em uma pequena cabana em White Island rodeada de ácido sulfúrico até que eu termine." Martin escreveu. "Contanto que o ácido não destrua meu antigo processador DOS, está tudo bem."

Winds of Winter será o sexto livro da série, que será finalizada por A Dream of Spring. Ambos sem tradução para o português ainda.

3 de junho de 2019

Resenha: Cunhado Perfeito (Série Homens Perfeitos)

junho 03, 2019 0 Comments

Título: Cunhado Perfeito (Série Homens Perfeitos)
Autor(a): Julia Mendez
Ano: 2018
Gênero: Erótico
Editora: Independente

Olá amigos leitores! A resenha de hoje é do gênero erótico, confesso que não leio muitos livros assim, mas ultimamente estou dando chance para alguns que parecem ser bons. O livro Cunhado Perfeito é o primeiro da série Homens Perfeitos, escrito pela Julia Mendez. Vamos à sinopse?

Theodoro Toledo é considerado a ovelha negra da família. Após morar 10 anos nos EUA, ele volta ao Brasil assim que descobre o câncer do pai. Herdeiro de uma multinacional de laticínios, acaba sendo obrigado a assumir o cargo de presidente da empresa, contrariando o desejo de seu irmão, Leonardo, casado com a encantadora Sara. Ao se chocar no carro de uma desconhecida, no estacionamento da empresa, Théo se depara com a belíssima morena, sem saber de quem ela é esposa. Sara por sua vez, não reconhece Theodoro, e nesse pequeno contratempo, ambos sentem uma forte atração que irá se transformar em uma paixão incontrolável. Sara guarda um segredo, o qual a prende a Leonardo. E Théo fará de tudo para ajudá-la.
Se tem uma coisa que posso dizer é que o livro tem aquilo que se propõe a ter: está recheado de cenas de sexo. Mas confesso que por isso não ser o que busco nas minhas leituras, não consegui me conectar muito com a livro. Há diversos erros de escrita, o que sempre me deixam incomodada. Sempre acho que qualquer livro, seja de editora ou não, deve ter uma revisão bem feita e não foi o que aconteceu aqui. Na sinopse do livro, consta que Theo foi obrigado a assumir o cargo de presidente da empresa, o que é contraditório, pois o próprio personagem fala que estudou 10 anos nos EUA a fim de se preparar para o desafio. Ou seja, também não há uma coerência com o que está na sinopse e o que está no livro.

Os personagens achei todos ok. Todos cumpriram bem seu papel na história. As cenas de sexo são ok também, poderiam ser melhores se não fossem os erros na escrita. E depois de um tempo, para mim se tornou um pouco cansativo, sem graça. Se houvesse um equilíbrio maior entre o romance, que foi interessante de ler e as cenas picantes, com certeza o livro teria me conquistado mais um pouco. A trama é bem o que o título sugere, a moça se apaixona pelo cunhado, mas tem que enfrentar o marido problemático, que é irmão do homem pelo qual se apaixona.

O livro já tem uma continuação, talvez eu leia no futuro para saber que reviravoltas o casal irá enfrentar no futuro. Acho que quem gosta do gênero tem tudo para se tornar fã da série e da autora. 

31 de maio de 2019

Pottermore lançará novos livros do universo Harry Potter

maio 31, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Trago boas notícias para os fãs de Harry Potter! Os fãs poderão ter uma nova perspectiva do mundo mágico em breve, pois uma nova série de quatro livros será lançada em breve.

Os quatro ebooks serão lançados no mês que vem pelo Pottermore, e explorará o folclore tradicional e a magia no coração das histórias de Harry Potter. Cada livro será baseado em uma matéria estudada em Hogwarts, ou seja, teremos livros falando sobre Feitiços, Defesa Contra as Artes das Trevas, Poções e Herbologia, Adivinhação e Astronomia, e Trato das Criaturas Mágicas.

De acordo com o Pottermore, as novas publicações são inspiradas no audiobook A História da Magia. Uma declaração foi dada sobre os eboooks:

Parece parte da natureza humana querer acreditar no inacreditável, desde contos e curiosidades do período medieval até hoje. Nós achamos que a verdade e o mito são facilmente distinguidos, mas histórias e criaturas mágicas continuam a nos fascinar até hoje em dia - e elas são tão centrais na história quanto Harry, Rony e Hermione. 
Falando sobre o livro de Poções e Herbologia, o portal declarou que "poções têm sido feitas por milhares de anos" e as plantas "são um importante componente dos remédios tanto quanto a criação dos mitos e magia. E ainda foi declarado que:

Uma fonte de perigo como também um meio de superar obstáculos, Herbologia foi um disciplina que teve um grande impacto nas decisões e erros de Harry no mundo da magia.

O Pottermore prometeu que os quatros ebooks também incluirão anotações, páginas manuscritas e rascunhos, e são "uma chance de absorver os personagens coloridos e acidentes curiosos da história verdadeira da magia em uma forma mais compacta".

Como fã da série, já quero pra ontem! E vocês, animados para mais uma jornada literária no universo da magia?

30 de maio de 2019

P.S. Eu Te Amo ganhará sequência

maio 30, 2019 0 Comments


Olá amigos leitores! A notícia de hoje do blog é maravilhosa para os fãs de romance. Em 2004, Cecilia Ahern publicou seu primeiro romance, P.S. Eu Te Amo, que alcançou o topo das listas dos mais vendidos em países como Irlanda, Inglaterra, Estados Unidos, Alemanha e Holanda. O livro ganhou ainda mais atenção em 2007, quando foi adaptado para o cinema e fez bastante sucesso. E se você já leu o livro e derramou muitas lágrimas, então prepare-se pois a sequência está a caminho!

A autora anunciou o título da sequência em suas redes sociais:

Eu tenho grandes notícias! GRANDES NOTÍCIAS! Eu fiz isso. Eu escrevi a sequência para P.S. Eu Te Amo e ela se chamará Postscript. É o "P.S" ao meu "P.S." de 15 anos atrás e escrevê-lo foi uma experiência emocionante. Eu não sei como consegui manter isso como um segredo por tanto tempo, mas eu estava explodindo para poder compartilhar. 

O livro será publicado mais cedo do que imaginamos. A editora HarperCollins deu uma declaração sobre o novo livro:

Postscript fará uma visita a Holly Kennedy, sete anos depois da morte do seu marido, e Ahern descreveu o romance como um projeto profundamente emocional. Ele será publicado em capa dura, ebook e em áudio pela HarperCollins em 19 de setembro de 2019. 

O que sabemos até então é que um clube quer que Holly os ajude com suas próprias cartas de despedida para suas pessoas queridas, e assim como aconteceu com ela, descobrirem depois que eles se forem. Holly tem uma única certeza, de forma nenhuma ela irá voltar para o luto que ela deixou para trás. Levou sete anos para que ela se reinventasse e ela está pronta para seguir com sua vida.


O livro ainda não tem data oficial para lançamento no Brasil, mas enquanto o livro não chega, podemos relembrar da história lendo o livro novamente ou assistindo o filme.

Já quero para ontem!

28 de maio de 2019

Resenha: A Montanha Gelada

maio 28, 2019 0 Comments

Título: A Montanha Gelada
Autor(a): Charles Frazier
Ano: 1997
Gênero: Romance, romance histórico
Editora: Companhia das Letras

Olá amigos leitores! Resenha liberada para vocês, de um livro que me impressionou bastante e não é a toa que foi adaptado para o cinema. Esse foi o primeiro livro do escritor Charles Frazier e foi a primeira vez que tive contato com sua escrita. Conto tudo para vocês aqui nesse post. Mas primeiro, vamos à resenha?

Um jovem desertor ferido, uma lendária montanha na Carolina do Norte, um grande amor interrompido pela Guerra Civil americana. Eis os ingredientes fundamentais de Montanha Gelada, impressionante romance de estréia de Charles Frazier. Sua prosa límpida e poética nos conduz para dentro das vidas de Inman, o combatente sulista nauseado pelos horrores da guerra, e de Ada, cultivada garota da cidade, que se vê obrigada a encarar as rudezas da vida em uma fazenda para sobreviver. O desertor Inman empreende uma verdadeira odisséia americana de retorno ao lar, atravessando uma paisagem de medo, miséria e desespero em busca do seu amor. 
O livro me surpreendeu pelo tom da narrativa. É quase como se estivéssemos mergulhando nas lembranças dos personagens principais. Há um tom de melancolia, mesmo em meio ao desespero sempre presente por conta dos horrores da guerra. O autor faz bom uso de elementos da natureza e da paisagem da Carolina do Norte, é difícil ler e não imaginar a grande montanha como observadora de boa parte dos acontecimentos do livro. 

A história é resultado de oito anos de pesquisa do autor, e somos convidados a acompanhar os momentos de desespero e esperança de Ada e Inman, o casal principal, separados por conta da guerra civil americana, na qual Inman foi lutar. Ela perde o pai e se vê desesperada, quase sem comida e sem saber administrar sua fazenda, o único bem que ele lhe deixou. Ele, ferido da guerra, só quer voltar para os braços da amada e deserta do exército. Ambos vivem o medo, frio e miséria, e vão se tornando pessoas diferentes com o passar das páginas. 

 A guerra é fortemente retratada, algumas mortes me chocaram pela forma como ocorreram. Algumas passagens do livro são realmente tocantes e fazem o leitor refletir. 

O autor fez um excelente trabalho retratando a situação da época, tanto que ganhou o National Book Award de 1997, um importante prêmio literário dos EUA. A adaptação para o cinema ocorreu em 2003, com Jude Law, Nicole Kidman e Renne Zellweger dando vida aos personagens Inman, Ada e Ruby. O filme teve 7 indicações ao Oscar. Confira o trailer do filme:



Com certeza indico o livro, há momentos marcantes, paisagens inesquecíveis, além de ser inspirador e belo do início até o fim. 


24 de maio de 2019

Resenha: Um Amor Como Vingança (Série Paixões Gregas - Livro 1)

maio 24, 2019 0 Comments

Título: Um Amor Como Vingança (Série Paixões Gregas - Livro 1)
Autor(a): Mônica Cristina
Ano: 2017
Editora: Independente
Gênero: Romance

Olá amigos leitores! Resenha liberada para vocês de um romance nacional. O livro Um Amor Como Vingança é o primeiro da série Paixões Gregas e foi escrito pela Mônica Cristina. É a primeira vez que leio algo da autora e vim contar para vocês um pouco dessa experiência. Mas primeiro, vamos à sinopse?

Leon Stefanos e seus irmãos carregam marcas de um passado difícil, agora estão adultos e buscam vingança contra seu grande inimigo. O homem que destruiu suas vidas ainda na infância. Leon está disposto a ir além de seus limites, a vingança não é apenas contra seu inimigo, mas toda sua família, será que a inocente Melissa Kalimontes pode convencer Leon a esquecer o passado e o peso de seu sobrenome? Será que um amor pode superar a sede de vingança? A primeira história sobre os irmãos Stefanos.

Nesse primeiro livro podemos acompanhar a história de Leon Stefanos, o mais velho de quatro irmãos. Quando era pequeno ele foi expulso do único lugar que conhecia como lar e teve que cuidar de seus irmãos mais novos, enfrentando diversas dificuldades. Anos depois, ele retorna a ilha onde nasceu como um homem rico, para finalmente poder colocar em prática seu plano de vingança. Ele não é um homem amargurado, pelo contrário, se mostra como uma pessoa normal, mas o peso do passado é algo que ele ainda carrega e não pensa duas vezes quando vê a chance de envolver a filha de seu maior inimigo, Melissa Kalimontes, em seu plano. E é quando isso acontece, que o envolvimento dos dois começa.

Sobre os personagens, eu gostei da forma como foram construídos, embora achei que a protagonista feminina precisasse ser menos chorona e mais forte. Ela também não teve um passado muito fácil, o que pode até servir de justificativa. Ela rendeu os momentos mais chatos e entediantes do livro, mas com o tempo vai amadurecendo. O ritmo do livro também é bom, a escrita é simples e ajuda o leitor a se envolver com a trama.

Depois de um tempo, a vingança acaba ficando em segundo plano e podemos acompanhá-los em sua vida a dois, errando e acertando um com o outro. Os outros irmãos Stefanos dão um toque especial ao livro, e com certeza conseguem nos cativar.

Quando leio o primeiro livro de uma série, sempre acho que a missão dele é me entreter o suficiente a ponto de querer o próximo. E posso dizer que estou bem curiosa para saber a história dos outros irmãos lendo os livros seguintes. Um Amor Como Vingança é um livro puramente romântico, talvez até um pouco clichê.

Então recomendo para aqueles leitores que buscam uma história verdadeiramente romântica, com aquele velho felizes para sempre.

23 de maio de 2019

7 livros de fantasia para fãs de Game of Thrones

maio 23, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Muitos fãs ainda estão se recuperando com o término da série Game of Thrones e outros já se consideram órfãos. Minha dica é, para aqueles que estão se sentindo nostálgicos e ainda não leram os livros, essa é uma excelente oportunidade de ter uma outra perspectiva sobre o que acontece na TV, afinal, sabemos que a adaptação nunca é 100% fiel.

Mas se você é fã do gênero e quer conhecer outras histórias tão boas quanto, essa lista pode te ajudar. Continue lendo!

Trilogia Terra Partida - N. K. Jemisin



Jemisin explodiu no cenário de fantasia épica com sua trilogia anterior Inheritance (Herança) e conquistou seu público com a trilogia Terra Partida (Broken Earth). A autora ganhou o Hugo Award com cada um dos livros dessa série. Comece lendo A Quinta Estação, que começa no fim do mundo e conta a história de uma mulher que tenta recuperar sua filha sequestrada. Os dois primeiros livros da série já estão disponíveis em português com os títulos A Quinta Estação e O Portão do Obelisco.

Outlander - Diana Gabadon



A série é composta de nove livros e conta a história de Jamie Fraser, um escocês do século XVIII e Claire Randall, uma enfermeira da Segunda Guerra Mundial. O mundo dos dois colidem quando ela é transportada de volta no tempo. A série de livros fez tanto sucesso que já virou inclusive um seriado de mesmo nome.

The Lymond Chronicles - Dorothy Dunnett


Os seis romances históricos que formam essa série são vívidos e emocionantes. Os livros contam a história de Francis Crawford of Lymond, um heroi perfeito, e seus eventos se passam 11 anos após as guerras escocesas de 1547 até a ascensão da rainha Elizabeth em 1558.

Ciclo de Terramar - Ursula K. LeGuin



A trama se passa no fictício arquipélago de Terramar e acompanha a história de uma criança chamada Ged em sua jornada para se tornar um mago. A autora é muito reconhecida por sua imaginação fértil, grande atenção a detalhes físicos e sua representação das reações do personagem principal ao que acontece a sua volta.

Bas-Lag - China Miéville


A série que começa com o livro acima, Estação Perdido, se passa no mundo fictício de Bas-Lag, em uma cidade complexa, chamada Nova Cobruzon, habitada por vários humanos e criaturas não-humanas. A crítica recomendou a leitura do livro diversas vezes. O primeiro livro já está disponível em português.

Temerarie - Naomi Novik


A série contém nove livros e sua história acontece durante as Guerras Napoleônicas. Tudo começa quando, servindo a marinha britânica, o Capitão Will Laurence encontra um ovo de dragão em um navio francês. Ele se torna o mestre do dragão e sua descoberta irá alterar o curso da história. A crítica julgou o primeiro livro como sendo o mais original sobre dragões.

The Accursed Kings - Maurice Druon


Os sete volumes históricos acompanham o Iron King (Rei de Ferro), Phillip the Fair (Phillip O Justo), enquanto ele tenta governar seu reino e sua família. George R. R. Martin inclusive deu sua opinião sobre o livro no The Guardian dizendo "que os Starks e os Lannisters não são nada perto dos Capets e Plantagenets".



E aí amigo leitor, já conhecia alguma dessas séries? Vai tentar ler alguma? Comenta aqui embaixo!

20 de maio de 2019

Versão de colecionador de Game of Thrones será lançada em breve

maio 20, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Ontem nós tivemos o final da série de TV Game of Thrones baseada na série de livros de mesmo nome. Mas a verdade é que o final da televisão será diferente do final do livro e nós ainda esperamos o lançamento dos dois últimos livros para saber o que de fato acontece.

Enquanto aguardamos, a Folio Society está fazendo a pré-venda de uma edição limitada dos livros. A Folio é conhecida por fazer publicações lindas, porém limitadas de livros clássicos, todos com material de alta qualidade. Então se você é fã de carteirinha da série, com certeza vai querer adquirir essa nova edição.

A editora declarou que trabalhou bem de perto durante todo o processo com o autor da série, George R.R. Martin e a edição do primeiro livro irá conter um mapa detalhado, árvores genealógicas e até mesmo desenhos secretos. Jonathan Burton foi o ilustrador escolhido pelo próprio autor para dar vida às cenas mais icônicas do primeiro livro.



Essa edição especial exclusiva, terá dois volumes que vão somar 824 páginas. Cada livro é costurado em tecido, assim como a parte externa é feita de tecido com letras douradas. Nove árvores genealógicas são encontradas no volume dois e um mapa dobrável está presente no livro chamado The Known World.

O autor teve a palavra final em cada parte da criação dessa nova edição, desde a escolha do ilustrador até o material utilizado. Ele declarou que:

A nova edição da Folio é uma obra prima da arte da publicação ricamente ilustrada por Jonathan Burton. Os colecionadores e fãs de fantasia vão adorar esses livros. Eu sei que eu vou.

A editora também está muito contente de trabalhar com o autor. Tom Walker, diretor de publicação da editora, disse:

Nós estamos absolutamente encantados por estarmos publicando Guerra dos Tronos. A série é uma obra prima moderna de fantasia e criar uma edição que esteja a altura desse status foi um grande desafio.

Se você gostou dessa incrível edição, fique sabendo que ela já está em pré-venda por 125 libras e será lançada oficialmente no dia 16 de julho. Você pode adquirir aqui

19 de maio de 2019

BBC anuncia realidade virtual nas bibliotecas do Reino Unido

maio 19, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Quem estiver no Reino Unido nos próximos dias vai poder vivenciar uma experiência muito bacana: a BBC anunciou que estará lançando experiências com realidade virtual gratuitamente nas bibliotecas do Reino Unido. Uma ótima oportunidade para aqueles que querem experimentar o VR né?

Essas experiências vão permitir que o usuário utilize a tecnologia com pequenas demonstrações, desde a um documentário no Congo ou estar em um bombardeiro em Berlin durante a Segunda Guerra. Equipamentos VR estarão em 40 bibliotecas espalhadas no Reino Unido como parte do programa BBC's VR Hub. As pessoas que testarem a tecnologia podem até participar de um episódio em VR do programa People Just Do Nothing, também gratuitamente.

O tour começou na última terça-feira, e vocês podem conferir datas e locais no site oficial do programa clicando aqui.

Fonte.

17 de maio de 2019

Resenha: O Fantasma de Canterville

maio 17, 2019 0 Comments

Título: O Fantasma de Canterville
Autor(a): Oscar Wilde
Ano: 1887 (1ª publicação)
Gênero: Comédia
Editora: Leya

Olá amigos leitores! Trago para a resenha de hoje mais um clássico da literatura. O Fantasma de Canterville é obra do aclamado Oscar Wilde. Esse é o segundo livro dele que tenho oportunidade de ler e conto para vocês tudo o que achei aqui nesse post. Mas antes, vamos à sinopse?

Neste clássico de Oscar Wilde, um fantasma habilidoso vê o feitiço virar contra o feiticeiro quando, na própria casa que assombrava, passa a ser aterrorizado por seus novos proprietários americanos. O fantasma se chama Sir. Simon de Canterville, que em 1565 assassinou a própria esposa e, para assombrar os corredores de Canterville Chase, adota os mais variados disfarces e se transforma numa verdadeira antologia de tipos macabros. No entanto, nenhuma dessas facetas é capaz de arrepiar os cabelos dos novos moradores da mansão.

Se você acha que esse é um livro de terror, está bem enganado! A princípio eu também achei que seria uma leitura aterrorizante, porém com o desenrolar da história, o leitor se vê diante de várias situações cômicas. Não é a toa que esse livro é um clássico, Oscar Wilde conseguiu com maestria transformar o que deveria ser algo assustador em uma leitura muito divertida.

Somos presenteados com um humor refinado, mas dentro da trama também existem críticas à religião e o autor não deixa de fazer uma comparação entre ingleses e americanos na era vitoriana. Sem falar que a linguagem é simples e agradável, o que torna a leitura rápida e prazerosa.

Indico a todos que querem ler um clássico rápido e prazeroso!

16 de maio de 2019

Vans lança coleção inspirada em Harry Potter

maio 16, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Hoje a notícia é especial para quem é fã de Harry Potter. Hogwarts juntou suas forças com a grande marca de tênis Vans Off The Wall para criar uma coleção de tênis inspirada em Harry Potter.

Cada tênis é inspirado em uma casa de Hogwarts: Grifinória, Sonserina, Corvinal e Lufa-lufa. Os fãs podem descobrir sua casa fazendo o teste oficial no Pottermore, site oficial do universo com Harry Potter que tem curiosidades e outros testes relacionados ao mundo bruxo.

A foto oficial da coleção está acima e cada tênis carrega as cores da casa que representa. Esses não serão os únicos modelos a serem lançados.

Vocês podem acompanhar mais no site da Vans. A data de lançamento ainda não foi divulgada.


Confesso que eu não fiquei muito impressionada com os modelos lançados até agora. Tem potencial para algo muito mais bonito. E vocês, gostaram?

14 de maio de 2019

Fake: próximos livros de Game of Thrones não estão concluídos

maio 14, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Recentemente foi espalhado na internet um rumor que os dois livros finais da série Game of Thrones foram concluídos. O autor George R.R. Martin já tratou de desmentir os boatos, dizendo que é um absurdo.

O boato começou quando o ator Ian McElhinney, que interpretou Sir Barristan Selmy na adaptação da HBO por cinco temporadas, disse a um fã que os dois últimos livros já haviam sido concluídos (Winds of Winter e A Dream of Spring) e que o autor estava segurando seu lançamento até a série terminar. Segundo o ator, haveria um acordo entre George e os produtores da série, David Benioff e Dan Weiss.

O autor disse que as alegações não são verdadeiras e que os dois livros ainda não estão finalizados. Em seu blog, o autor postou a seguinte declaração:

Não, os dois livros não estão prontos. Eu não vou começar o volume sete até terminar o volume seis. Parece absurdo que eu tenha que explicar isso. Me incomoda alguém acreditar nessa história, mesmo que por um instante. Não faz o menor sentido. Por que eu ficaria anos com um livro parado? Por que minhas editoras, não só aqui nos Estados Unidos, mas no mundo todo, consentiriam com isso? Eles fazem milhões e milhões de dólares toda vez que um livro novo sai, assim como eu. Atrasar não faz sentido. Por que a HBO iria querer que os livros atrasem? Os livros criam interesse na série, assim como a série cria interesse para o livro. Então... não, os livros não estão prontos. HBO não me pediu para que os atrasasse. Nem David e Dan. Não há acordo para segurar os livros. Eu asseguro a vocês que a HBO, David e Dan, teriam ficado animados e empolgados se Winds of Winter tivesse sido lançado há quatro ou cinco anos atrás. E ninguém teria ficado mais feliz que eu. 

Enquanto isso, os episódios da série vem sofrendo muitas críticas e muitos críticos estão dizendo que o episódio mais recente não teve lógica. O ator que interpretou Varys, Conleth Hill, disse que o final do seu personagem foi frustrante e que as últimas temporadas não foram as suas preferidas.

Você acompanha a temporada final de Game of Thrones pela HBO, e o último episódio sai no próximo domingo.

Fonte

10 de maio de 2019

11 livros para ler para crianças

maio 10, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! A maioria dos leitores tem aquele livro que leu quando era pequeno e guardamos as memórias daquela leitura que se tornou tão especial para nós. Cada um tem aquele livro que o fez sorrir ou chorar e que queremos passar para nossos filhos um dia.

Infelizmente, a lista não cabe todos os livros e o propósito não é que seja algo definitivo, mas que funcione como um guia. Tentei incluir livros que resistiram principalmente a ação do tempo e se lidos hoje ou antigamente vão agradar as crianças. Espero que essa lista também faça com que os adultos voltem um pouquinho à sua infância. Espero que estejam prontos, vamos lá?

Série Alice - Lewis Carroll 



Alice no País das Maravilhas, Alice Através do Espelho e O que Alice Encontrou Lá são livros escritos por Lewis Carroll. Ele usou a lógica, humor e fantasia, unindo esses elementos tão diferentes em um poderoso livro para crianças.

As Mil e Uma Noites - Anônimo



A história de Scherazade e sua inteligência em cima do seu marido para que conseguisse salvar sua vida, chegou à Europa em 1704 em um texto francês que também continha a história de Aladdin e Ali Babá. As histórias são maravilhosas e cheias de paixão e vingança e ainda tem sua influência até hoje.

Peter e Wendy - J.M. Barrie



Algumas pessoas argumentam que Peter e Wendy não é um livro infantil, mas a verdade é que não só essa, mas todas as histórias de Peter Pan são lidas principalmente por crianças. O livro trás um grande senso de mágica interminável, imaginação interminável e claro, a Terra do Nunca.

As Crônicas de Nárnia - C.S. Lewis



Nárnia tem um dos melhores jeitos da literatura de alterar a realidade ao nosso redor. Todo mundo se lembra do seu primeiro encontro com Nárnia e tentar passar por seu guarda-roupa. O toque de gênio de Lewis foi fazer os animais falarem e as aventuras que as crianças viveram são emocionantes.

A Bússola de Ouro - Phillip Pulman





O livro escrito por Pullman, tem um mundo alternativo controlado por uma organização religiosa sinistra. Sua história é contagiante, e ele soube criar uma heroína que tem apelo com o público, forte e inteligente.

O Hobbit - J.R.R Tolkien


Em O Hobbit, o pequeno Bilbo Baggins sai em uma jornada épica com alguns anões e onde tem que enfrentar um dragão. O charme do mundo de Bilbo é combinado com a emoção das aventuras em que ele vive e muitos leitores tendem a ler sua "continuação", O Senhor dos Aneis.

Mogli, O Menino Lobo - Rudyard Kippling 


Criado por lobos, Mogli tem que enfrentar Shere Khan, com a ajuda de Baloo, um urso marrom e Bagheera, uma pantera. Cheio de aventuras, a história foi sucesso imediato, e os animais carregam um carisma que fez com que Mogli fosse conhecido através dos anos.

Matilda - Roald Dahl


Acho que toda criança depois que leu Matilda olhou para os lápis de forma diferente, torcendo para que eles se movessem ou agissem de forma diferente. A exuberante imaginação do autor é mostrada na história dessa garotinha que luta por amor. A senhora Trunchbull, é uma das maiores vilãs da literatura.

A História de Ferdinando - Munro Leaf


A primeira vista parece ser uma história emocionante sobre um touro que não gosta de lutar, mas a medida que você vai lendo, se torna uma fábula fantástica sobre o que a sociedade espera dos meninos. Rejeitando a violência masculina, Ferdinando prefere se sentar debaixo de uma árvore.

Harry Potter - J.K. Rowling


Harry Potter foi publicado há mais de 20 anos atrás, o primeiro título da série, Harry Potter e a Pedra Filosofal, continua popular até hoje. A série passa pelo charme e encantamento inicial dos três primeiros livros para um tom mais dark, resultando em uma série de sete livros e um fenômeno mundial.

Como Treinar Seu Dragão - Cressida Cowell


De uma forma bem simples, Crassida tem uma habilidade excepcional de dar as crianças o que elas gostam. Soluço Spantosicus Strondus III é um viking que não se encaixa em nenhum grupo, e suas aventuras com o dragão Banguela são incríveis. Dê o livro para uma criança e veja a magia acontecer.

E aí? Tem algum livro que deveria ter entrado na lista? Comente!

9 de maio de 2019

3ª Temporada de O Conto da Aia será lançada em breve

maio 09, 2019 0 Comments

Olá amigos leitores! Quem já leu o livro O Conto da Aia ou The Handmaid's Tale, sabe que atualmente o título tem sua adaptação feita pela Hulu TV. A distopia foi escrita por Margaret Atwood e sua semelhança com nossa política atual fez com que ficasse bem popular, apesar de já ter sido publicada há 30 anos atrás.

Recentemente foi divulgado a sequência de The Handmaid's Tale, de nome Testament, será publicado em setembro. Também será lançado uma nova edição do audiobook, e agora também temos a notícia que a terceira temporada será lançada em breve pela Hulu TV.

O primeiro trailer da terceira temporada foi lançado em fevereiro, com uma narração masculina inspirada no antigo presidente americano Ronald Reagan e sua campanha Morning America de 1984. E então, essa voz dá espaço para Offred anunciar "Wake up America, morning is over", algo como "Acorde Estados Unidos, a manhã acabou." E em seguida aparecem imagens que sugerem uma resistência das aias.


Nesse mês, a Hulu lançou outro trailer que dá aos telespectadores mais dicas do que esperar quando a próxima temporada for lançada. Guarde essa data: a resistência voltará no dia 05 de junho na Hulu TV.



Ansiosos para a nova temporada? 

8 de maio de 2019

Resenha: Destinos Traçados

maio 08, 2019 0 Comments

Título: Destinos Traçados
Autor(a): Daniella Moreno
Ano: 2018
Gênero: Romance
Editora: Livros Prontos Editora

Olá amigos leitores! A resenha de hoje do blog é um romance contemporâneo nacional, Destinos Traçados, que foi escrito pela Daniella Moreno. É a primeira vez que leio algo da Daniella e vim contar tudo para vocês. Vamos à sinopse? 

Greta e Filippo se conheceram ainda na infância, na cidade de Trento, interior da Itália. Ela de família rica, a Família Bragatti e, ele, filho de Matia, um homem simples, de origem humilde que sempre trabalhou na fabrica de massa dos Bragatti. Da amizade juvenil a descoberta do amor na adolescência, tudo parecia perfeito para um lindo romance se não fosse a paixão inconfessa do pai de Filippo pela mãe de Greta, que o faz cometer uma loucura. Profundamente traumatizada Greta, decide mudar de cidade para esquecer o passado e dar novos rumos a sua vida, mas não lhe dando condições de se despedir de Filippo. Os anos se passaram, Greta se tornou uma famosa estilista de bolsas e Filipo um renomado fotografo... e quis o destino que se reaproximassem. O amor que um dia os uniu poderia superar as marcas deixadas pelo tempo?

A escrita da autora é bem leve e fluida, dá um ritmo legal na história. Mas não foi algo que se destacou durante a leitura, acho que esperava diálogos um pouco mais maduros tendo em vista que ela aborda um assunto muito sério em seu livro. A história proposta é um velho clichê, onde um casal é apaixonado desde criança, mas algo acontece em suas vidas que o separam e eles ficam muitos anos sem se ver até que se reencontram.

Os personagens são interessantes, achei todos bem construídos. Greta, a personagem principal, atua no mundo da moda, então o livro tem várias referências a esse universo. O romance vai (re)acontecendo de forma bonita e emocionante. Achei alguns pontos que aconteceram no fim do livro um pouco exagerados, acho que tudo estava em um rumo bacana sem alguns acontecimentos extras do final. Esperava um outro desfecho para a Giovanna e Enzo, o destino que a autora deu aos dois não foi o que imaginei.

A mensagem final transmitida ao leitor foi bem importante e só tenho aplausos a autora por isso. Recomendo para aqueles leitores que gostam de um romance rápido e doce com temas profundos.

6 de maio de 2019

Resenha: Anna Karenina

maio 06, 2019 0 Comments

Título: Anna Kariênina
Autor(a): Liev Tolstói
Ano: 1877
Gênero: Romance, Drama
Editora: Cosac & Naify

Olá amigos leitores! Depois de muitos dias finalmente consegui concluir a leitura de mais um clássico da literatura mundial (e russa também): Anna Karenina ou Kariênina, como está no título do livro. Esse era um livro que eu queria ler há muito tempo, já havia visto o filme, mas lembrava de pouca coisa, então decidi ler e assistir o filme novamente. Conto para vocês a minha experiência com a literatura russa aqui para vocês. Vamos à sinopse?

Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua maneira.” Esta é uma das aberturas mais famosas de todos os tempos, e ainda hoje impressiona a sabedoria concisa com que Tolstói introduz o leitor no universo de Anna Kariênina, clássico escrito entre 1873 e 1877. Muito do que o romance vai mostrar está contido nesta frase. A personagem-título, ao abandonar sua sólida posição social por um novo amor, e seguir esta opção até as últimas consequências, potencializa os dilemas amorosos, vividos dentro ou fora do casamento, de toda a ampla galeria de personagens que a circunda. O amor, aqui, não é puro idealismo romântico. Tolstói recupera todo um século de experiência russa, com episódios e personagens modelados a partir de pessoas reais, e aborda as principais discussões políticas, econômicas e filosóficas de seu tempo, ainda incrivelmente atuais. O livro se articula por meio de contrates: a cidade e o campo; as cidades de Moscou e São Petersburgo; a alta sociedade e a vida dos mujiques; o intelectual e o homem prático.

A história se passa na Rússia do século XIX, onde podemos imaginar todo o glamour da sociedade e o sofrimento das pessoas que trabalham no campo. O livro é dividido em dois nichos, que focam em duas famílias aristocratas da época e é através desses nichos que conhecemos mais sobre a moral e os pensamentos da época. A personagem que dá título ao livro, é uma dama da sociedade russa, que se casou muito cedo. Ela troca sua status e família, incluindo seu próprio filho, quando decide se envolver com Vronsky, um jovem sedutor, pelo qual se apaixona perdidamente.

Esse é um livro extenso e intenso também. A trama não aborda apenas a vida de Anna, mas também a de outros tantos personagens que são afetados pelas escolhas que ela faz. Acredito que a grande maioria dos leitores se surpreendeu com a quantidade de histórias paralelas que existem. Muitas vezes isso é um fator prejudicial à motivação do leitor. Eu mesma fiquei muito curiosa para saber mais sobre ela e o que viria a seguir em sua vida, então o fato do autor mudar totalmente de cenário no momento em que o interesse por Anna estava muito acesso foi bem desestimulador. Somado a isso, temos a quantidade de páginas, não é fácil você manter seu interesse vivo por 800 páginas, ainda mais quando a parte que você mais gosta no livro é cortado por momentos entendiantes no campo. Essa seria minha crítica ao livro.

O autor aborda diversos temas através das páginas e provoca reflexão no leitor sobre amor, adultério, falsidade, sofrimento, trabalho, a razão de ser, religião. Há diversos momentos em que o teor do livro adquire um viés mais filosófico. Os personagens também são bem complexos, cada um com seu dilema e drama, fazendo com que o leitor assuma o papel de juiz e julgue cada um deles.

A escrita do autor é muito elegante e houve um excelente trabalho de tradução, deixando tudo mais fluido, evitando que se tornasse um livro complicado de ler pela linguagem utilizada.

Eu sempre vou recomendar clássicos, afinal, não se ganha esse nome à toa. Apesar de tudo que mencionei acima, achei a leitura enriquecedora em um nível que não havia imaginado. A evolução de toda a história tem um final de tirar o fôlego. Também recomendo que o filme, é uma produção linda e uma adaptação excelente.

3 de maio de 2019

Lições que aprendemos com personagens femininas

maio 03, 2019 1 Comments

Olá amigos leitores! Se olharmos bem para a história da literatura, podemos perceber que estamos bem servidos de personagens femininas fortes que podemos nos identificar e nos inspirar. E muitas delas nos ofereceram lições que podemos levar para a vida.

Historicamente, as mulheres nem foram sempre tão bem representadas na literatura, mas felizmente isso está mudando. Hoje vocês podem acompanhar uma lista de personagens femininas mais populares na literatura e as lições que elas nos ofereceram com o tempo. Vamos lá?

Elizabeth Bennet

Elizabeth é personagem principal do livro Orgulho e Preconceito, romance de época muito popular da Jane Austen. E essa é a lição que a personagem nos ensina: as expectativas da sociedade são menos importantes do que sua verdade.

Minha coragem sempre surge a cada tentativa de me intimidar.

Beatrice


Beatrice é personagem do livro de William Shakespeare, Muito Barulho Por Nada. A lição que ela nos deixa é que ser forte e corajosa são eternos.

Eu preferiria ouvir meu cachorro latindo para um corvo, do que ouvir um homem jurar que ele me ama.

Artemis


A deusa Artemis está presente em praticamente todos os livros que falam sobre mitologia grega. Artemis é a deusa virgem da caça. E a lição que ela nos deixa, mulheres, é que nós só pertencemos a nós mesmas.

Sobre as montanhas e picos sombrios, ela puxa seu arco dourado... E envia dolorosas flechas.

Alice


Alice está presente no super popular livro de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas. A lição que ela nos deixa é que a aventura pode nos fazer crescer.

Alice começou a pensar que muitas poucas coisas eram de fato impossíveis.

Jane Eyre


Jane Eyre é personagem do livro homônimo, escrito por Charlotte Brontë, uma das irmãs Brontë. A lição que ela nos deixa, para mim talvez seja uma das mais importantes: nunca se acomode quando o assunto for igualdade e independência.

Eu não sou um pássaro, e nenhuma rede me prende, eu sou um ser humano livre com uma vontade independente.

Scarlett O'Hara


Scarlett O'Hara é personagem de um dos livros de romance mais famosos do século: E O Vento Levou. O livro foi escrito por Margaret Mitchel e como lição aprendemos que nunca devemos esconder o nosso poder.

Estou cansada de fingir que não sei de nada, assim os homens podem me dizer coisas e se sentir importantes quando fizerem isso. 

Laura Ingalls


Laura é personagem da série Little House, escrita pela autora de mesmo nome. Com ela nós podemos aprender que nós temos a força que não imaginamos ter.

Laura sentiu um calor dentro dela. Era muito pequeno, mas era forte... Nenhum vento iria apagá-lo porque ele não iria desistir. 

Gertrude Chiltern



Lady Gertrude Chiltern é personagem do livro de Oscar Wilde, Um Marido Ideal. A lição que essa personagem nos ensina é que a excelência é maravilhosa, enquanto que perfeição é superestimada. 

As circunstâncias nunca deveria alterar os princípios!

Jo March


Jo March é personagem do livro Mulherzinhas, da autora Louisa May Alcott. Ela nos ensina que não temos que ter medo de seguir nossos sonhos.

Eu acho que eu devo começar a escrever livros, e ficar rica e famosa, isso seria bom para mim, então esse é meu sonho favorito. 

Hua Mulan


Mula é a legendária guerreira chinesa, e isso por si só já é uma grande lição. Com a personagem aprendemos que a coragem pode mudar o mundo.

Eu quero comprar uma sela e um cavalo, e servir no exército no lugar do meu pai.

Margaret Hale


Margaret Hale é personagem do romance de Elizabeth Gaskell, Norte e Sul. Assim como Jane Eyre, a lição que fica da personagem é para nunca desistirmos de igualdade e independência.

Ainda é aceitável desafiar o poder arbitrário, injustamente e cruelmente utilizado - não para nosso favor, mas para os outros que não tem ajuda.

Anne

 Anne de Green Gables já era um livro bem popular, e depois que chegou à Netflix, o sucesso foi imediato. Anne nos ensina que devemos acreditar na esperança e não esconder seu brilhantismo.

As pessoas riem de mim porque eu uso palavras grandes. Mas se você tem grandes ideias, você tem que usar palavras grandes para expressá-las, não? 

Fonte