28 de fevereiro de 2019

O que precisamos saber sobre a crise editorial no Brasil

fevereiro 28, 2019 0 Comments


Ano passado nós fomos supreendidos com várias notícias revelando a crise que o mercado editorial enfrenta no Brasil. Quem não lembra do anúncio da Livraria Saraiva informando que algumas filiais seriam fechadas? A livraria Cultura fechou suas filiais de Recife e mais duas no Rio. A Fnac fechou todas as lojas no Brasil. Em todos os casos, as editoras levaram calotes de quantias muito expressivas, agravando uma situação que já está bem complicada. Já podemos considerar que essa é uma das maiores crises do mercado editorial e livreiro da história.

Mas o que pode ser a causa da exaustão de um modelo já tão consolidado em nosso país?  Eu não sou nenhuma expert em economia e nem estudo a fundo todas as variáveis dessa crise, mas na minha opinião de leitora assídua e consumidora, acredito que muitas livrarias não levaram em conta as mudanças ocorridas no mercado ao longo dos anos. As pessoas estão lendo cada vez menos livros físicos. Por exemplo, eu mesma troquei o peso do livro físico e o cheirinho de novo, pela praticidade do Kindle: levo quantos livros eu quero para todo lugar, sem me preocupar com o peso nos ombros e nas costas. 

Várias vezes eu já ouvi a frase "nada vai substituir o livro físico!", também vejo essa premissa como um dos fatores para a crise. Livrarias e editoras podem ter se confiado demais nisso e não pararam para pensar em se adaptar à nova demanda que surgia. E aí sempre voltam à tona as velhas desculpas "o brasileiro não lê muito", "o governo não ajuda". Mas para mim é justamente ao contrário, nunca vi tantas pessoas lendo como hoje em dia, tanto que existem nichos em redes sociais dedicadas apenas ao amantes dos livros e leituras (experimente procurar as hashtags "bookstagram e instaliterario no Instagram e se surpreenda). E nesse cenário, não podemos esquecer do audiobook, que apesar de não tão popular, já tem um mercado consolidado. 

Quando pesquisei sobre essa crise para fazer esse post, vi que algumas mentes brilhantes (sarcasmo, tá?) sugeriram a Lei do Preço Único como solução. Ou seja, uma lei onde todos os livros teriam o mesmo preço independente de onde o consumidor comprasse. E parando para pensar, só beneficiaria a quem? A nós leitores é que não. Na verdade, é apenas um impedimento para que o comércio eletrônico não dê descontos nos livros. Aliás, o comércio eletrônico vem se destacando nas vendas de livros justamente por preços atraentes e melhores formas de pagamento. Muitas pessoas preferem comprar livros on-line devido às melhores condições de preço.

Em anos anteriores se falou tanto da crise econômica no Brasil, mas obviamente o mercado editorial não se preparou. Tratou tudo como números e achou que nunca seriam atingidos. Agora, tanto as livrarias como as editoras estão buscando outras alternativas e fazendo o possível para que a conta feche. Alguns gestores até acreditam que a crise não é no modelo e sim na gestão das livrarias.

Uma coisa é certa, a crise não é de consumo. O mercado editorial e livreiro precisa se reinventar e rápido. 


27 de fevereiro de 2019

10 Filmes Baseados em Livros que Ganharam o Oscar

fevereiro 27, 2019 0 Comments

Olá pessoal! Todos os anos nós acompanhamos ou pelo menos ouvimos falar do Oscar, a premiação para os melhores filmes do ano em várias categorias. É uma premiação de muito prestígio no mundo todo. Mas é sempre bom lembrar que muitos dos filmes que assistimos e gostamos (ou não) são adaptações de livros já publicados. E é sobre esses filmes premiados baseados em livros que é a nossa lista de hoje.

O Poderoso Chefão 


Quem nunca pelo menos ouviu falar desse clássico do cinema, que foi dirigido por Francis Ford Coppola em 1972? O Poderoso Chefão foi indicado a nove categorias, entre elas a de Melhor Filme, Melhor Roteiro, e Melhor Ator. O filme foi baseado na obra homônima de Mario Puzo, lançada em 1969 e ganhou as três categorias que eu citei acima.

A Lista de Schindler


A Lista de Schindler é um filme muito conhecido que aborda os acontecimentos sobre o Holocausto. O filme foi dirigido por Steven Spilberg em 1993 e indicado para doze categorias do Oscar em 1994. Das doze, o filme conquistou sete prêmios, entre eles o de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Roteiro. E para quem não sabe, o livro base para o filme se chama Schindler's Ark, de Thomas Keneally, lançado em 1982.

O Senhor dos Aneis - O Retorno do Rei


Sou suspeita para falar de Senhor dos Aneis, pois é um dos meus filmes preferidos. Bem, o fato é que o filme é baseado na obra homônima de J.R.R. Tolkien, que foi publicado em 1955. O Retorno do Rei é o terceiro e último livro da trilogia Senhor dos Aneis, que foi adaptado para as telonas por Peter Jackson em 2004. O filme é um dos com o maior número de indicações e premiações de todos os tempos. Para vocês terem noção, o filme foi indicado a onze categorias e ganhou todas!

O Pianista


O Pianista teve como base a emocionante autobiografia do músico polaco Wladyslaw Spzilman, incialmente publicada no livro Morte de Uma Cidade e foi dirigido pelo renomado diretor Roman Polanski. O filme foi indicado a sete categorias em 2003 e ganhou em três (Melhor Diretor, Ator e Roteiro).

A Noviça Rebelde


Esse é, sem dúvidas, um dos filmes mais icônicos do cinema mundial. The Story of the Trapp Family é o livro que serviu de inspiração para o filme, que trás as memórias da baronesa Maria von Trapp. No filme acompanhamos a história da família de cantores, os von Trapp, com foco em Maria, desde seus anos como noviça até a fuga da ocupação nazista. O filme foi premiado nas categorias de Melhor Filme, Diretor, Montagem, Som e e Trilha Sonora no Oscar de 1966.

Quem Quer Ser um Milionário? 


Muitas pessoas não sabem que esse filme é baseado no livro Q & A do escritor indiano Vikas Swarup. A adaptação para o cinema foi dirigida por Danny Boyle, e indicado a dez categorias, vencendo oito, entre elas a de Melhor Filme, Diretor e Roteiro.

Argo


Argo é um filme que não vejo muitas pessoas comentando sobre hoje em dia, mas foi um que eu assisti no cinema e gostei bastante. O livro The Master of Disguise, escrito por Tony Mendez ex-agente CIA, é a inspiração para o filme, que contou com a direção de Ben Affleck em 2012. O filme aborda os eventos no Teerã e a crise de reféns que ocorreu em 1979. O filme ganhou as categorias de Melhor Filme, Roteiro e Edição.

12 Anos de Escravidão


Esse é mais um filme que foi baseado em uma autobiografia. Nós acompanhamos a história de Solomon Northup, um negro livre que foi sequestrado e vendido ilegalmente como escravo em 1853. O filme foi dirigido por Steve McQueen e indicado a nove categorias, ganhando três: Melhor Filme, Atriz Coadjuvante e Roteiro. 

... E o Vento Levou


Esse também é outro clássico do cinema mundial (quem nunca ouviu falar né?), mas poucas pessoas sabem que a inspiração para o filme vem da obra homônima de Margaret Mitchell. O filme foi dirigido por Victor Fleming, e recebeu treze indicações ao Oscar em 1940. Das trezes indicações, o filme levou oito, incluindo Melhor Filme, Diretor, Atriz, Atriz Coadjuvante, Roteiro, entre outros.

O Paciente Inglês


O Paciente Inglês é inspirado no livro de mesmo nome do escritor canadense Michael Ondaatje. O filme teve direção de Anthony Minghella e ganhou em nove categorias do Oscar de 1997. Entre essas categorias estão a de Melhor Filme, Diretor, Atriz Coadjuvante, Edição, entre outros. Inclusive O Paciente Inglês é estrelado por Ralph Fiennes, que também está em A Lista de Schindler, que apareceu nessa lista (que estrela ele tem, né?).

E aí, gostou? Tem algum filme que ficou de fora e deveria estar aqui? Escreve aqui nos comentários!

26 de fevereiro de 2019

Resenha: Moonfleet

fevereiro 26, 2019 0 Comments

Título: Moonfleet
Autor(a): John Meade Falkner
Ano: 1898 (1ª publicação)
Gênero: Aventura
Editora: Vintage

Oi pessoal! Mais uma resenha no blog, de mais um clássico da literatura, Moonfleet. Particularmente, eu não tinha ouvido ninguém falar desse livro ainda e não conhecia nada da história antes de lê-lo. Conto tudo sobre ele nesse post. Vamos à sinopse?

Moonfleet começa como uma aventura e um mistério, uma história de contrabando que se passa entre cavernas, montanhas e outros lugares de Dorset. Qual será o resultado entre o conflito entre contrabandistas e os fiscais do governo? Como pode o heroi, John Trenchard, descobrir o tesouro secreto do coronel John Mohune? 

25 de fevereiro de 2019

Resenha: Vanity Fair

fevereiro 25, 2019 0 Comments

Título: Vanity Fair
Autor(a): William Makepeace Thackeray
Ano: 1848 (1ª publicação)
Gênero: Romance
Editora: MacMillan 

Oi gente! A resenha de hoje do blog é de um clássico da literatura mundial, Vanity Fair. Inclusive, a obra ganhou diversas adaptações para o cinema, teatro e TV. A versão que li estava em inglês, e foi publicada pela editora MacMillan. Vamos à sinopse?

Becky Sharp, nascida de pais pobres, sempre aspirou a ser um membro de classes altas da Inglaterra. Deixando a escola e sua melhor amiga Amelia para trás, Becky associa-se com os Crawleys, eventualmente se apaixonando por Rawdon, o filho deles. O casamento é feliz no início, mas se deteriora quando Rawdon começa a perder sua fortuna. Becky é então sustentada pelo devasso Marquês de Steyne, cujos motivos não são tão puros.

24 de fevereiro de 2019

Resenha: A Herança da Bruxa (Série Caverna de Cristais - Livro 2)

fevereiro 24, 2019 0 Comments

Título: A Herança da Bruxa (Série Caverna de Cristais)
Autor(a): Helena Gomes
Ano: 2014
Gênero: Conto, Fantasia
Editora: Rocco Digital 



Oi pessoal! Resenhas no blog a todo vapor e para vocês hoje eu trouxe a resenha de A Herança da Bruxa, livro nacional que pertence a série A Caverna de Cristais. Contei toda minha experiência com esse livro nesse post. Mas primeiro, vamos à resenha?

Décadas antes do nascimento do arqueiro Thomas, a jovem e inexperiente bruxa Couchet luta para sobreviver em Britanya, um reino dominado pelo preconceito e pela ignorância. Com a ajuda do elfo Razeel, a última bruxa da Ilha Média terá de se tornar a mestra de um poderoso guerreiro, peça-chave na luta desesperada que os aguarda no futuro contra os temidos nergals.

23 de fevereiro de 2019

Resenha: Road - Destinos Cruzados

fevereiro 23, 2019 0 Comments

Título: Road - Destinos Cruzados
Autor(a): Joice Mascena
Ano: 2018
Gênero: Romance, Erótico
Editora: Independente

Oi pessoal! A resenha liberada para hoje no blog é do livro Road - Destinos Cruzados, da autora Joice Mascena. Eu já havia lido um outro livro da autora antes e gostei bastante, e agora vim contar para vocês minha opinião sobre mais esse livro. Mas primeiro, vamos à sinopse?

Bianca Benedetti é uma jovem italiana viciada em livros e filmes e que roda o mundo atrás dos cenários dos seus favoritos. Desta vez ela está nos Estados Unidos e pretende cruzar o país em uma "Road Trip" seguindo pela histórica Rota 66 até chegar à Califórnia ela só não imaginava que teria que dividir um quarto de motel com um misterioso e atraente desconhecido. Adam Hudson, um ex-SEAL americano que teve seu coração quebrado da pior forma possível e que está na estrada fugindo de seus problemas, mas no meio do caminho acaba encontrando uma peculiar gringa. A atração entre os dois é imediata, a história de ambos tem muitos pontos em comum, o que faz eles se juntarem para continuar a viagem juntos. Conforme seguem pela Mother Road e passam por os pontos históricos, a atração vai ficando cada vez mais forte e difícil de controlar, porém ambos têm passados complicados e algumas coisas são difíceis de serem ditas. Como duas almas tão marcadas poderão ter um futuro juntos?

22 de fevereiro de 2019

Resenha: Forrest Gump

fevereiro 22, 2019 0 Comments

Título: Forrest Gump
Autor(a): Winston Groom
Ano: 1986 (1ª publicação)
Gênero: Romance
Editora: Rocco

Oi pessoal! Hoje a resenha do blog é sobre Forrest Gump, um livro que eu achei muito fofinho e que ao ser adaptado para o cinema se tornou um clássico estrelado por Tom Hanks em 1994. Para mim, essa leitura foi carregada de nostalgia, pois visitei alguns dos lugares citados no livro em uma viagem que fiz aos Estados Unidos. Vamos à sinopse? 


 “Forrest Gump!” é um idiota. Ou ao menos é assim que a sociedade o considera. Estigmatizado por seu QI baixo, Forrest não acredita ter nascido para grandes feitos. Mas as situações em que se envolve desde a juventude são tudo, menos comuns. Ainda na escola, o jovem gigante do Alabama é promovido a prodígio do futebol americano, em um primeiro sucesso que rapidamente o leva a outras aventuras. Do Vietnã à China Comunista, da Nova Guiné a Hollywood e até no espaço, inusitadas circunstâncias vão guiando Forrest em uma trajetória de vida impressionante e nada corriqueira. 

21 de fevereiro de 2019

Resenha: O Mundo Perdido

fevereiro 21, 2019 0 Comments

Título: O Mundo Perdido
Autor(a): Arthur Conan Doyle
Ano: 1912 (1ª publicação)
Gênero: Ficção Científica, Aventura
Editora: Nova Alexandria

Oi pessoal! Mais uma resenha entregue para vocês, do livro O Mundo Perdido de Arthur Conan Doyle. O autor, que é bem conhecido pelo seu detetive Sherlock Holmes, trouxe uma proposta diferente dessa vez, escrevendo ficção científica. Vamos à sinopse? 

Liderada pelo professor Challenger, um paleontólogo excêntrico e carismático, uma expedição científica parte de Londres para explorar um território longínquo da Selva Amazônica, congelado desde o tempo em que os dinossauros vagavam sobre a Terra. Aparentemente impossível de penetrar, esse mundo perdido apresenta diversos perigos para os quatro membros do grupo, de homens-macaco selvagens a terríveis criaturas pré-históricas. Obra precursora de todos os livros e filmes sobre os dinossauros, o romance de Arthur Conan Doyle – o criador do célebre detetive Sherlock Holmes – foi lançado em 1912, mas permanece um irresistível clássico para todas as idades.

19 de fevereiro de 2019

Resenha: Deathworld (Livro 1)

fevereiro 19, 2019 0 Comments

Título: Deathworld
Autor(a): Harry Harrison
Ano: 1960
Gênero: Ficção Científica
Editora: Astounding Science Fiction

Oi pessoal! Estou um pouco ausente aqui no blog, eu sei, mas esses dias eu precisei me dedicar aos estudos, mas já voltei com força total. E para provar, vamos falar de Deathworld, uma trilogia escrita por Harry Harrison, da qual eu li o primeiro livro. Conto para vocês tudo que achei do livro aqui nesse post, mas antes de tudo, vamos à sinopse?

"O planeta se chamava Pyrrus... Um lugar estranho onde todas as feras, plantas e elementos naturais foram projetados para um único propósito: destruir a raça humana. Os habitantes são mutantes, duas vezes mais fortes que o homem comum e com reflexos extremamente rápidos. Eles tinham que ser. Suas vidas dependiam disso. Jason dinAlt, um apostador interplanetário, se tornou o responsável por descobrir o porquê Pyrrus se tornou tão hostil aos homens."

13 de fevereiro de 2019

Resenha: A Banda Malhada

fevereiro 13, 2019 0 Comments

Título: A Banda Malhada
Autor(a): Arthur Conan Doyle
Ano: 1892 (1ª publicação)
Gênero: Policial
Editora: Zahar 

Olá pessoal! A resenha que trago para vocês hoje é de mais um conto de Sherlock Holmes, A Banda Malhada. Particularmente, acho incrível como uma história de 1862 consegue se manter atual por tanto tempo sem perder sua essência. Vamos à sinopse?

Helen Stoner, uma mulher jovem e bela, procura Sherlock Holmes na tentativa de entender a morte de sua irmã gêmea que falece misteriosamente em um quarto na casa do seu padrasto, Dr Roylott, e cujas últimas palavras são: a banda malhada.

12 de fevereiro de 2019

Resenha: Aventura em Bagdá

fevereiro 12, 2019 0 Comments

Título: Aventura em Bagdá
Autor(a): Agatha Christie
Ano: 1951 (1ª publicação)
Gênero: Espionagem, Thriller
Editora: L&PM Pocket

Olá pessoal! Fazia tempo que não aparecia resenha da Rainha do Crime aqui no blog, né? Pois bem, o livro da vez foi Aventura em Bagdá, que foi inspirado em seu segundo casamento com um arqueólogo, vivência que serviu para a autora usar locais do Oriente Médio como locação para suas histórias. Vamos à sinopse?

Aquela máxima de estar no lugar certo na hora certa definitivamente não se aplica a Victoria Jones. A jovem datilógrafa inglesa estava no lugar errado na hora errada: em Bagdá, no início da Guerra Fria, quando uma cúpula que reuniria o presidente dos Estados Unidos e o líder da União Soviética estava prestes a acontecer. A este explosivo cenário se soma o rumor de que alguém estaria se preparando para acabar com qualquer tentativa de paz.

11 de fevereiro de 2019

Resenha: A Carta Roubada

fevereiro 11, 2019 0 Comments

Título: A Carta Roubada
Autor(a): Edgar Allan Poe
Ano: 1844 (1ª publicação)
Gênero: Policial
Editora: Panda Books

Oi pessoal! Fiz a resenha de mais um conto para vocês, A Carta Roubada de Edgar Allan Poe. Foi o primeiro livro que li dele, que na verdade é um conto, e conto para vocês como foi essa experiência. Vamos à sinopse? 

Em ''A carta roubada'', o investigador Chevalier Auguste Dupin precisa decifrar um mistério: quem teria roubado a valiosa carta do ministro D.? Intrigas políticas e alta sociedade, um ministro ladrão, um policial incansável e um investigador que sabe raciocinar com uma lógica diferente são os personagens desta clássica obra de Edgar Allan Poe.

10 de fevereiro de 2019

Resenha: Delver Magic - Throne of Vengeance (Livro 2)

fevereiro 10, 2019 0 Comments

Título: Delver Magic - Throne of Vegeance (Book II)
Autor(a): Jeff Inlo
Ano: 2009
Gênero: Fantasia, Aventura
Editora: Independente

Oi pessoal! Voltando com as resenhas do blog para vocês. E hoje temos a continuação de uma história que conheci ano passado, Delver Magic. O livro está todo em inglês, e recomendo apenas para quem está com o inglês avançado. ALERTA DE SPOILERS!
Mas vamos conhecer mais do livro, vamos à sinopse?

"A Esfera de Ingar foi destruída e a magia pura está fluindo livremente pela terra de Uton. Feiticeiros surgem assim como criaturas das trevas que precisam da magia para sobreviver nessa terra. Enquanto tudo muda e os habitantes se adaptam, um crescente movimento de rebelião traz um desastre em potencial para todas as raças. A rainha anã Yave declara guerra aos algors, culpando os moradores do deserto pela tragédia que tirou a vida do seu filho Tun. Ela lidera uma revolução contra o que restou da sua própria família. Os separatistas anões ansiosos para provar superioridade seguem cegamente suas ordens. Ryson Acumen, um puro delver que salvou a terra da Esfera de Ingar, tenta intervir. Em resposta, as cidades humanas são atacadas por anões. Ataques contra os elfos geram maiores tensões. Mesmo quando os algors planejam uma resposta para proteger sua própria existência, os elfos ameaçam soltar sua própria arma de puro terror contra a cidade anã. A grande necessidade que uniu todas as raças desaparece enquanto Uton sucumbe ao caos."

4 de fevereiro de 2019

Resenha: Louis e Noémie - Um (a)caso de amor em Paris

fevereiro 04, 2019 0 Comments

Título: Louis e Noémie - Um (A)caso de Amor em Paris
Autor(a): Giulia Mancini
Ano: 2014
Gênero: Romance
Editora: Independente

Olá pessoal! Hoje disponibilizo para vocês a resenha de um romance bem leve e muito cativante. A história se passa em Paris e ao acompanhar a história do casal Louis e Noémie, a vontade de conhecer essa cidade ficou cada vez maior. Vamos à sinopse?

A ideia era simples: um cadeado com as iniciais dos apaixonados, uma ponte na cidade mais romântica do mundo e a chave lançada no rio mais famoso de todos. Pronto! Essa é a receita para imortalizar uma história de amor! Louis e Noémie estavam naquela ponte no mesmo dia, na mesma hora e no mesmo minuto. Ele gostou do sorriso dela e ela gostou do olhar dele. A conexão foi imediata, gritante e deliciosamente apaixonante, mas não poderia ter sido menos inoportuna. Louis e Noémie se encontraram no dia em que decidiram imortalizar o amor que sentiam: ele por Blanche e ela por Gael. Anos depois, naquela mesma ponte que um dia provocou questionamentos sobre suas próprias escolhas, eles se encontram novamente. As circunstâncias são diferentes, assim como o sorriso de Noémie e o olhar de Louis. O que poderia ter destruído aquele lindo sorriso? O que poderia ter apagado o brilho naquele olhar? Mais um (a)caso de amor que não se pode explicar. É possível apenas sentir e se apaixonar.

3 de fevereiro de 2019

Resenha: As Cinco Sementes de Laranja

fevereiro 03, 2019 0 Comments

Título: As Cinco Sementes de Laranja
Autor(a): Arthur Conan Doyle
Ano: 1891 (1ª publicação)
Gênero: Policial
Editora: Zahar

Olá pessoal! Resenhei mais um conto de Sherlock Holmes, detetive que não canso de ler. Quem acompanha Sherlock Holmes sabe que as histórias são bem originais e os finais surpreendentes. Com esse conto não foi diferente. Vamos à sinopse?

Repetindo a fórmula que usara em Um estudo em vermelho, Watson escolhe sagazmente uma aventura ambientada nos Estados Unidos, que fala de vingança por uma sociedade secreta. Em As cinco sementes de laranja, cuja ação se passa em 1887, Sherlock Holmes diz a seu cliente que só foi derrotado quatro vezes em sua carreira.

2 de fevereiro de 2019

Resenha: Persuasão

fevereiro 02, 2019 0 Comments

Título: Persuasão
Autor(a): Jane Austen
Ano: 1818 (1ª publicação)
Gênero: Romance de época
Editora: Martin Claret

Olá pessoal! Fazia tempo que um bom romance de época não aparecia aqui, não é mesmo? Hoje trago para vocês a resenha de Persuasão, livro da Jane Austen, que está no meu roll de autoras preferidas. Vamos à sinopse?

Anne Elliot, filha de um vaidoso e esnobe baronete, apaixona-se por Frederick Wentworth, um jovem ambicioso e inteligente, mas sem conexões familiares importantes. Obedecendo à recomendação da sua família, Anne sacrifica então seu grande amor por conveniências sociais, e, ao fazê-lo, fecha-se para novos relacionamentos, recusando inclusive uma proposta de casamento. Oito anos depois, Frederick, agora mais velho e rico, ressurge, abalando a ordem estabelecida e a paz familiar.