6 de abril de 2019

Resenha: Como Eu Te Amo


Título: Como Eu Te Amo
Autor(a): Priscila Costa
Ano: 2018
Gênero: Romance
Editora: Independente

Olá amigos leitores! Resenha no ar para vocês, um romance daqueles de deixar a gente grudado nas páginas e só largar quando souber o final. Como Eu Te Amo é exatamente assim. Conto tudo para vocês nesse post, continuem lendo. Mas primeiro, vamos à sinopse? 

Depois de ser traída pelo seu noivo e demitida por ele do seu emprego dos sonhos, Natalie pensou que o amor não era para ela. Passaram-se seis meses e ela estava tentando juntar os cacos de seu coração ferido, mas quando ela pensou que tudo estava superado, recebeu um convite inesperado. O convite de casamento do homem que partiu seu coração. Ela estava indo muito bem até então, mas esse simples pedaço de papel foi como uma facada em seu peito. Natalie só não esperava que no mesmo dia em que seu coração estava se rompendo uma segunda vez, alguém estaria lá para segurá-lo. Aquele homem segurou seu coração ferido e ele nem sabia disso naquele momento. Theo entrou em sua cozinha e o sorriso que surgiu nos lábios dele no momento em que a olhou, foi mágico. Ele desarmou suas defesas com aquele sorriso, e todas as promessas que Natalie fez a si mesma foram jogadas ao vento. Theo derrubou seus muros e todos os planos que ela tinha para correr na direção oposta. Mas o destino tem suas formas de mostrar o quão cruel o amor pode ser. No amor, nem tudo são flores. Mas a pergunta que não saia da mente de Natalie era: Quantas vezes um coração pode ser quebrado até que seja tarde demais para consertá-lo?
O romance segue aquela velha fórmula de duas pessoas que se conhecem, se apaixonam e têm que lidar com suas bagagens de relacionamentos anteriores. Somado a isso, adicione uma melhor amiga sincerona e um irmão ultra protetor. Não é uma fórmula nova, até me arrisco a dizer que lemos outras histórias com elementos parecidos. No entanto, eu gosto desses romances que apenas querem nos contar a história de um casal, sem muitas pretensões. As idas e vindas de Theo e Natalie me deixaram muito curiosa e não consegui largar o livro até terminar de ler.

Porém, como venho percebendo em praticamente todo livro independente que leio, existem diversos errinhos espalhados pelo livro que poderiam ter sido evitados com uma revisão mais minuciosa e até mesmo com mais atenção da autora. Os personagens são carismáticos, mas não torci pelo casal principal da história. Acho que a Natalie merece coisa melhor e estava torcendo para que ela encontrasse alguém melhor. Claro que como todo bom romance, esse veio carregado de dramas. Ao ponto de você desconfiar que algo vai acontecer quando 98% do livro já está lido.

A escrita é simples e apesar de ter muitas páginas, não senti que foi uma leitura longa. Achei o final apropriado, entretanto, houveram algumas pontas soltas. O destino de alguns personagens foi totalmente esquecido. O que aconteceu com o Gustin? Simplesmente sumiu da história? Também quis que Zach tivesse sido um pouco mais explorado na história.

O livro não é ruim, e o que gosto é que seu intuito é apenas contar uma história de amor conturbada e entreter o leitor. Acredito que se você é fã de romances como eu e busca um livro para aproveitar no seu tempo livre, tem tudo para gostar de Como Eu Te Amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leave your comment!